LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

19 de mar de 2011

A melhor maneira de permanecer em Jesus ...


Eucaristia

A melhor maneira de permanecer em Jesus é pela Eucaristia.
São impressionantes as palavras que ele disse sobre a Eucaristia naquele célebre discurso na sinagoga de Cafarnaum, que São João narrou no capítulo 6 do seu Evangelho, após ter multiplicado os pães para a multidão e ter caminhado sobre a água. Jesus foi incisivo e repetiu varias vezes.

"Eu sou o pão da vida (...) Este é o pão que desceu do céu, para que não morra todo aquele que dele comer." (Jo 6,48.50)
"Se não comerdes a carne do filho do homem, beber o seu sangue não tereis a vida em vos mesmo." (Jo 6,53)

Sem Jesus vivendo em nós, é, portanto claro, que não temos a vida em nós mesmos. No versículo 56, Jesus reafirmou:
"Aquele que comer da minha carne viverá por mim." (Jo 6,57)

"Viverá por mim" quer dizer: Eu o sustentarei na batalha da vida. Eu serei sua alegria e seu canto. Eu serei a sua força; você não lutara apenas com as fracas forças humanas.
Na comunhão, Jesus quis seu corpo se misturasse ao nosso, que o seu sangue se unisse ao nosso e que o seu espírito inundasse o nosso.

Por isso precisamos centrar nossa vida religiosa na Eucaristia. Ali está Jesus, em pessoa, corpo, sangue, alma e divindade, pronto para se dar a nós a qualquer momento que desejarmos. Ele só exige um coração puro e uma consciência tranqüila, já que ele é santo.

É preciso comungar bem; isto é, se preparar para receber "sua majestade", como dizia Santa Tereza. Ninguém é digno de receber a Jesus, mas é ele que quer vir a nós; então temos que o receber com as disposições necessárias; isto é, sem pecado mortal na alma, e com o desejo permanente de ser melhor, buscar a santidade e rejeitar o pecado.
Vale a pena recordar um pouco do que os santos disseram da Eucaristia:

São João Crisóstomo, Doutor da Igreja: 'Deu-se todo não reservado nada para si". "Não comungar seria o maior desprezo a Jesus que se sente "doente de amor" (Ct 2,4-5)

São Boaventura, Doutor da Igreja: "Ainda que friamente aproxime-se confiando na misericórdia de Deus."

São Francisco de Sales, Doutor da Igreja: "Duas espécies de pessoas devem comungar com freqüência: os perfeitos para se conservarem perfeitos e os imperfeitos para chegarem a perfeição."

São Bernardo, Doutor da Igreja: "A comunhão reprime as nossas paixões: ira e sensualidade principalmente". "Quando Jesus esta presente em nos, ao redor de nós, mintam guardas de amor os anjos."

Santo Afonso de Ligorio, Doutor da Igreja: "A comunhão diária não pode conviver com o desejo de aparecer, vaidade no vestir, prazeres da gula, comodidades, conversas frívolas e maldosas. Exige oração, mortificação, recolhimento."

Santa Catarina de Genova: "O tempo passado diante do Sacrário é o tempo mais bem empregado da minha vida."
.: Livro: Só por ti, Jesus , de Professor Felipe Aquino
Fonte:http://www.coroinhascst.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário