LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

13 de mar de 2012

Católicos e Mulçumanos se unem no evento “Maria, exemplo para todos nós”


A Coordenação da Pastoral da Criança internacional, em conjunto com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e representantes da comunidade islâmica de Foz do Iguaçu, está preparando para o próximo dia 24 um evento ecumênico em homenagem a Maria, mãe de Jesus.
Considerada como santa pela Igreja Católica, Maria aparece também em diversas passagens do Alcorão. No livro sagrado do islamismo, ela é citada 34 vezes, enquanto Jesus Cristo aparece 25 vezes. A ideia para esse evento surgiu em um encontro de religiosos de todo o mundo promovido em Nova Iorque, em julho de 2011, quando o secretário geral do Comitê para o Diálogo Cristão-Muçulmano, Mohammad Sammak, apresentou a proposta à Pastoral da Criança
Intitulado “Maria, exemplo para todos nós” o encontro entre católicos e muçulmanos acontecerá pela primeira vez fora do Líbano, onde é realizado desde 2010. A organização tem a expectativa de atrair 7 mil pessoas ao Mirante do Vertedouro de Itaipu, em foz do Iguaçu, onde acontecerá o encontro. Serão cristãos, mulçumanos e líderes de outras religiões, vindos de pelo menos 15 países.
Foz do Iguaçu foi escolhida estrategicamente para sediar o evento. De acordo com o jornal O Farol, a cidade tem a segunda maior comunidade árabe e libanesa do Brasil, cerca de 17 mil imigrantes. Apesar de ser reduto de um convívio pacífico das mais de 70 etnias, a cidade já foi taxada de reduto de terroristas. “Queremos mostrar que somos todos construtores da paz e tirar este estigma negativo associado aos muçulmanos da fronteira”, disse Nelson Arns Neumann, da Pastoral da Criança Internacional, médico e filho de Zilda Arns, fundadora da entidade.
O superintendente de Comunicação Social da Itaipu, Gilmar Piolla, também falou sobre a escolha da cidade e da importância do evento acontecer dentro da usina binacional de Itaipu: “A Itaipu representa a integração de brasileiros e paraguaios, a paz entre os povos e um modelo para o Mercosul. O fato de o evento ocorrer aqui dentro tem uma simbologia muito forte, pois reforça esta integração entre povos, culturas e religiões”.
O sheik Mohamed Khalil disse que o evento servirá para mostrar a importância que a mãe de Jesus tem dentro da cultura muçulmana. “Santa Maria é a senhora de todas as mulheres, uma imagem de fé”, disse Khalil, que completou dizendo que “este encontro representa o amor e a paz”.
A organização espera receber, apenas do Estado do Paraná, 70 caravanas, mas há confirmações de peregrinos do Paraguai e da Argentina e da vinda de líderes religiosos do Líbano, Quênia, Estados Unidos, ElSalvador , Tailândia, Índia, França, Nepal, Suécia, Turquia e Suíça.

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário